Em Foco, Palatorium Walshiano 0

Palatorium walshiano: de 3 de Novembro a 1 de Dezembro


O destaque maior vai para o regresso de Paul Verhoeven e a composição gélida – gelidamente sexy – de Isabelle Huppert: Elle (2016) é um dos filmes consensuais da temporada. Outra sessão a não perder: a que junta Gabriel Abrantes e Werner Herzog, com A Brief History of X (2016) e Lo and Behold, Reveries of the Connected World (Eis o Admirável Mundo em Rede, 2016) – um double bill imperdível. As opiniões dividem-se em relação à ficção científica metafísica de Denis Villeneuve. O entusiasmo pela Palma de Ouro de Ken Loach é contido, ainda que a nota seja positiva. Bacalaureat (O Exame, 2016) de Mungiu tem uma performance sólida no nosso Palatorium. Allied (Aliados, 2016), o novo de Robert Zemeckis, ganha adeptos entre os walshianos. Por fim, somos implacáveis com os “Hail, Trumps” da autoria de um ajuntamento de extrema-direita. O que é que 2017 nos reserva?


Artigos relacionados

Sem Comentários

Deixe uma resposta