Geoff King: “o interesse da noção de independência resulta de ser algo sempre contestável”

Geoff King é um professor norte-americano que desenvolve a sua actividade lectiva na Brunel University London. A sua área de especialização é o cinema independente norte-americano, tendo produzido vários artigos e livros sobre os modos de fazer, distribuir e ver cinema de baixo ou até de muito baixo orçamento. Nos últimos tempos, em livros como Indie 2.0: Change and Continuity in Contemporary American Indie Film e  American Independent Cinema, Geoff King tem-se debruçado sobre o fenómeno do digital e a forma como as novas tecnologias têm moldado a produção e acesso ao cinema independente americano. Foi com ele que, numa ligação Skype, procurámos dar resposta a algumas das questões que iriam ser levadas à mesa LisbonTalk do dia 29 de Abril, “Um novo cinema independente norte-americano”, que contou com as participações do realizador Robert Greene [presente no festival IndieLisboa com Kate Plays Christine (2016)] e do crítico de cinema do Público Jorge Mourinha. Luís Mendonça (LM) – O que o fez estudar o cinema independente americano? Oh, essa é uma questão difícil de responder. Não tenho a certeza, comecei por escrever sobre Hollywood, mas talvez o cinema independente contenha filmes que me interessam mais, pessoalmente, e por isso evoluiu daí. Para ser honesto, eu tive uma reunião com … Continue a ler Geoff King: “o interesse da noção de independência resulta de ser algo sempre contestável”